Santuário Nossa Senhora Aparecida

Evangelizando e Perseverando na Fé

Que tal viver uma Quaresma conjugal?

Sim, “este é o momento favorável” para uma remodelação suave e oportuna. Por um novo começo, por uma ressurreição pascal, por uma maravilhosa primavera conjugal!

 

Claro, durante a Quaresma devemos jejuar. Como nos pede a Igreja, devemos nos privar de pequenas iguarias gastronômicas. Mas será que um casal não poderia fazer resoluções ainda melhores? Será que não seria interessante se dedicar às correções de percurso necessárias? Ou se questionar sobre certos comportamentos conjugais ou parentais? Ou mesmo ouvir os apelos do Espírito Santo, que convida o casal a se superar para se tornar sinal vivo do amor divino?

O tempo favorável para uma maravilhosa primavera conjugal

A vivência de uma verdadeira Quaresma se dá quando a esposa cansada concorda em dedicar um tempo para ouvir sua outra metade, que tem uma necessidade real de conversar; ou quando para de trabalhar à noite ou de assistir a um filme para ir sentar-se com seu filho e conversar longamente com ele. Vive uma verdadeira Quaresma o cônjuge que decidiu abster-se de fazer pequenas censuras diárias ao outro por pequenas faltas; ou que tenta, com alegria e de forma alguma resignado, atender aos desejos razoáveis ​​de seu marido ou esposa.

Tem uma boa Quaresma, a esposa que não hesita em pedir perdão por erros que nunca reconheceu no passado, que encontra o caminho da ternura desinteressada, ou que toma uma atitude para tentar renovar os vínculos enfraquecidos com seus pais ou parentes. Tem uma boa Quaresma, o casal que se restringe em seu estilo de vida para ajudar aos mais necessitados.

Mas cabe a cada cônjuge saber, no final das contas, o que o Senhor lhe pede há muitos anos e que ele tenta adiar a todo custo. Na verdade, é mais uma questão de fazer brotar nossas riquezas esquecidas do que um questionamento fundamental. Sim, “este é o momento favorável” para uma remodelação suave e oportuna. Para um novo começo, uma ressurreição pascal, para uma maravilhosa primavera conjugal!

Fonte: https://pt.aleteia.org/cp1/2021/02/19/que-tal-viver-uma-quaresma-conjugal/

Gostou do conteúdo? Compartilhe!